27 de junho de 2018

Produções alagoanas disputam o Grande Prêmio de Cinema Brasileiro

O evento é organizado pela Academia Brasileira de Cinema e atua desde 2002

Organizado e votado pelos próprios profissionais, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro celebra produções nacionais dando o devido reconhecimento à indústria cinematográfica do país. Neste ano Alagoas entra na disputa com três filmes na categoria curta-metragem.

O primeiro deles tem roteiro de Ulisses Arthur e produção de Amanda Duarte e Arlindo Cardoso, num curta de ficção. “As melhores noites de Veroni“ conta a história de uma mulher que aproveita os dias do marido na estrada, para responder seus dilemas amorosos. O curta tem duração de 16 minutos e recebe quatro atores no elenco.

Para acrescer a lista, Vaca Profana, dirigido por René Guerra, também entra na disputa. O curta, que conta a história de uma travesti que quer ser mãe, tem duração de 15 minutos e foi produzido em São Paulo.

O filme “O peixe”, dirigido pelo alagoano Jonathas de Andrade, aposta em um enredo de ficção, que se passa em uma pequena vila de pescadores. O curta foi produzido em Pernambuco, dura 23 minutos e recebe cerca de dez atores.

Os curtas metragens são pré-selecionados pela Associação Brasileira de Cinema de animação, Associação de Critérios de Cinema, Festival é Tudo Verdade, Fórum dos festivais e Porta Custas.

27 de junho de 2018 News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *