14 de janeiro de 2022

Sérgio Matos conquista famosos e tem peça selecionada para acervo de museu

O design tem o poder de abrigar história, memória e vínculos afetivos

Foto: divulgação/@sergiojmatos

É bem provável que você já tenha visto alguma criação do renomado designer brasileiro Sérgio Matos no Instagram. Suas peças atemporais feitas à mão falam sobre histórias, memórias e laços afetivos refletindo as riquezas naturais e espalhadas por todo o Nordeste brasileiro.

A Cadeira Cobra Coral, que exalta a beleza da cobra coral que habita todo o território brasileiro, encerra mitos da floresta e serpenteia poesia na música homônima de Caetano Veloso (“Para de ondular, agora, cobra coral. A fim de que eu copie as cores com que te adornas. A fim de que eu faça um colar para dar à minha amada. A fim de que tua beleza, teu langor, tua elegância. Reinem sobre as cobras não corais”) se tornou uma peça-desejo entre os famosos como o ator Bruno Gagliasso e o cantor Ney Matogrosso. O sucesso é tanto que a peça foi selecionada para acervo no Museu das Cadeiras Brasileiras.

Foto: divulgação/@sergiojmatos

No Instagram Ney Mato Grosso amou e posou com a cadeira. “Nunca vi rastro de cobra, nem couro de lobisomem”. Mas amamos a cadeira Coral, a última do nosso tebetesão (sem trocadilhos infames) que recapitulou o ensaio que fizemos em 2016 para a Giz Brasil.

Sérgio Matos tem suas peças aqui em Maceió com exclusividade na Casa Fabricatto. “Maceió é uma grande fonte de inspiração para mim. Minha linguagem de criação combina muito com o Nordeste e boa parte das peças são ideais para ambientes externos, espaços perto das praias como temos muito aqui” ressaltou o designer em uma entrevista exclusiva.

O designer já levou seu trabalho para além das fronteiras, e expõe em eventos como a ICFF – International Contenporary Furniture Fair, em Nova Iorque/USA, e em mostras espalhadas por várias cidades brasileiras, como a Casa Cor.

 

 

14 de janeiro de 2022 Decor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *