19 de abril de 2021

Confira os figurinistas indicados ao Oscar 2021

Cinco estão concorrendo ao prêmio por A voz suprema do blues, Emma, Mank, Mulan e Pinóquio.

Neste ano cinco indicados concorrem ao prêmio de “melhor figurino” uma das categorias mais esperados pelos apaixonados da moda na cerimônia do Oscar. Os longas Emma, Mank, Mulan, Pinóquio e A voz suprema do blues são alguns dos filmes que concorrem à estatueta (confira os indicados ao Oscar aqui).

Conheça mais sobre cada um dos figurinistas:

 

Alexandra Byrne | “Emma”

Alexandra Byrne | Foto: Divulgação

Alexandra Byrne é uma figurinista britânica que está concorrendo ao filme Emma, ela já foi indicada ao prêmio outras cinco vezes e já venceu o Oscar de “melhor figurino” na edição de 2008 por Elizabeth: The Golden Age.

Desde 2011, a figurinista também desenhou os trajes de muitos filmes da Marvel, como o Thor (2011), Os Vingadores (2012), Guardiões da Galáxia (2014), Vingadores: Idade de Ulton (2015) e Doutor Estranho (2016), porém grande parte de sua carreira se concentrou na criação de figurinos para dramas de época.

O mais curioso é que apresar de trabalhar como figurinista, Alexandra se formou como arquiteta, já que na Inglaterra os profissionais acumulavam a função de cuidar das roupas e dos cenários de teatro.

Trish Summerville | “Mank”

Trish Summerville | Foto: Divulgação

Essa é a primeira indicação da figurinista Trish Summerville, ela que já trabalhou em outras produções como Jogos Vorazes: em chamas, Millenium: os homens que não amavam as mulheres e também Garota exemplar.

Ela já concorreu ao Emmy de “melhor figurino” pela série Wesworld da HBO, porém seu trabalho em Mank chamou a atenção da Academia de Hollywood, além de render mais uma indicação ao BAFTA.

Bina Daigeler | “Mulan”

Bina Daigeler | Foto: Divulgação

Mais uma vez a Disney está entre os indicados ao Oscar de “melhor figurinho” por sua versão live-action de animações por Mulan, onde Bina Daigeler assinou os figurinos e deu a ela a primeira indicação ao Oscar. A figurinista também é conhecida por seu trabalho com o diretor Pedro Almodóvar nos filmes Volver e Tudo sobre minha mãe.

Bina completou seu aprendizado como alfaiate em uma locadora de fantasias da Breuer em Munique, através dessa atividade ela entrou em contato com as produções cinematográficas e também iniciou sua carreira na televisão como vestiário.

Massimo Cantini Parrini | “Pinóquio”

Massimo Cantini Parrini | Foto: Divulgação

Nascido em Florença, o figurinista Massimo Cantini Parrini conheceu o mundo das fantasias por sua avó materna que era uma costureira Florença. Ele se formou como figurinista e é especialista em moda no State Intitute Of Arte de Florença, continuando os estudos na Polimoda em Nova York e logo em seguida formou-se em Cultura e Estilismo da Moda na Universidade de Estudos em Florença.

Massimo assina o figurino de Pinóquio uma adaptação em live-action do personagem que ficou conhecido em 1940 na animação da Disney. O italiano, que trabalhou como assistente de figurino em Irmãos Grimm buscou inspirações em roupas dos séculos 18 e 19 em seu próprio acervo.

Ann Roth | “A voz suprema do blues”

Ann Roth | Foto: Divulgação

A figurinista estadunidense Ann Roth já foi indicada outras quatro vezes ao Oscar por longas como O talentoso Ripley e As horas, mas só venceu o Oscar de “melhor figurino” na edição de 1997 por The Englush Partient e agora concorre por A voz suprema do blues.

Aos 89 anos, ela assina os figurinos glamorosos de Ma Rainey, uma cantora negra de blues que fez sucesso nos Estados Unidos entre às décadas de 1920 e 1930 interpretada por Vila Davis, e também o personagem Levee, interpretado por Chadwik Boseman, que também de destaca na trama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *