3 de abril de 2020

10 dicas para potencializar os estudos durante a quarentena

Professores reuniram orientações para alunos do Ensino Médio não perderem o ritmo

As aulas estão suspensas desde meados do mês de março para prevenir e conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil. Apesar de esse ser um período de maior preocupação para os alunos que em breve farão exames seletivos, muitas escolas continuam dando aulas por meio de plataformas on-line. Em Curitiba (PR), os estudantes do terceirão do Colégio Marista Santa Maria continuam a rotina no mesmo horário, com aulas transmitidas ao vivo e fóruns de discussão. “Um cronograma de aulas é divulgado com antecedência, facilitando na organização dos estudos e na dinâmica de dúvidas”, explica o coordenador do Ensino Médio da escola, Sandro Anselmo Coelho.

 

 

Ele ressalta que, nesse momento em que precisamos nos isolar para proteger uns aos outros, habilidades diferentes podem ser trabalhadas, como a disciplina, organização, autonomia e administração do tempo, por exemplo. “São características bastante necessárias no mercado de trabalho, independentemente da área escolhida pelo profissional”, comenta.

 

Confira algumas dicas da equipe de professores:

– prepare um local de estudos adequado: o ambiente ajuda na concentração, então é importante reservar um espaço para estudar, com iluminação adequada e sem ruídos, se possível. Tenha em mãos os materiais necessários, como canetas, lápis, calculadora e garrafa de água para evitar a interrupção dos estudos.

– planejamento é tudo: tenha um plano de estudos para distribuir o tempo e o conteúdo de forma efetiva. Em geral, a escola fornece o planejamento da semana ou propõe a distribuição das aulas e exercícios que devem ser realizados para o período. Vale utilizar uma agenda também para manter a organização.

– mantenha o ritmo: cumprir uma rotina de estudos é importante para ter ritmo e disciplina. Se puder continuar estudando em casa no mesmo horário em que ia para a escola, melhor ainda.

– faça pausas: parar periodicamente é importante para manter a produtividade e a atenção. Assim como as aulas têm tempo determinado, pausas a cada 40 minutos, em média, são benéficas. A técnica pomodoro por exemplo, prevê tempos de foco e de pausas curtas e longas, para oxigenar o cérebro e manter o desempenho em alta.

– use a tecnologia a seu favor: existem diversos aplicativos para controlar o tempo e ajudar no foco e produtividade.

– longe, porém juntos: compartilhe dúvidas com os colegas e aproveite os fóruns ou outros canais de comunicação com professores. Apesar do isolamento físico, a tecnologia nos conecta mais do que nunca e é essencial tirar o melhor proveito disso.

– experimente os mapas mentais: criar um mapa mental da ordem de conteúdos é uma maneira de sintetizar o que foi estudado, de maneira visual. Fazer esquemas de tópicos, com flechas e organogramas, ajuda a fixar a informação, pois tanto o lado racional como o criativo do cérebro são acionados.

– coloque a leitura em dia: aproveite o tempo em casa para ler as obras específicas dos últimos vestibulares das universidades que mais deseja. Mesmo que um determinado título não esteja na lista para 2021, o repertório ajudará na argumentação e na produção textual.

– autoconhecimento: identificar o período em que o estudo rende mais e a concentração está em alta é importante para a produtividade. Algumas pessoas conseguem focar mais à noite, enquanto outras rendem melhor pela manhã. Aproveitar o período em casa para testar e se conhecer pode melhorar e muito o seu aproveitamento.

– cuidado com distrações: há quem diga que estudar ouvindo música, ou com a TV ligada ajuda, mas isso aumenta e muito a chance de interrupções no estudo e na compreensão do conteúdo. O mesmo acontece com os celulares e suas notificações. Se o ambiente for barulhento, uma boa dica é ouvir músicas específicas para concentração ou instrumentais, disponíveis na internet.

3 de abril de 2020 News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *