Casamento: “Chá Reforma” ajuda noivos a repaginarem o novo lar

iCasei dá dicas para realizar evento temático, em que panelas e faqueiros dão lugar a presentes como azulejos e pias, sem perder o charme da ocasião

Chá bar, chá de cozinha, de panela, de lingerie… são infinitas as opções de preparativos para o casamento que os noivos têm para celebrarem com os amigos e ganharem mimos que serão usados na vida a dois. Tendência mundial, o chá reforma é novidade no Brasil e entrou para a lista de comemorações em que os convidados dão pinceladas de carinho e ajudam na construção do alicerce do lar doce lar. Para inspirar o planejamento do evento temático, o iCasei (www.icasei.com.br) ensina a organizar e dá dicas para que tudo aconteça perfeitamente.

“O chá reforma é uma ótima ideia para os casais que já moram juntos e querem transformar o lar para marcar a oficialização da união, ou mesmo àqueles que preferem usar o budget para a construção da casa nova”, comenta Jamila Santana, wedding planner e parceira do iCasei. Taças, pratos e liquidificadores dão lugar ao cimento, azulejos e serviços mais específicos, que devem ser pensados com carinho para que a residência fique aconchegante e tenha a cara dos noivos.

Tendo em vista que os presentes serão argamassa, torneiras e pias, o ideal é que a decoração da recepção tenha elementos desse universo, mas mantenha o charme e requinte de uma festa temática. Os pombinhos podem decorar o local com cones, capacetes de obra, tijolos como porta-guardanapos, e até mesmo os quitutes podem vir com placas de trânsito decorativas ou um caminhão-pipa de enfeite em cima do bolo.

Um carrinho de mão decorativo pode servir para colocar as lembrancinhas, mas não será necessário para carregar os itens ganhos no chá. Para montar a lista de presentes, os noivos podem contar com a ajuda da plataforma do iCasei, assim ninguém precisará transportar sacos de cimento. O processo é similar à lista feita para casamento: eles estipulam cotas no site, mas, em vez de incluir um faqueiro ou um jogo de roupa de cama, eles colocam itens de alvenaria, marcenaria e mão de obra.

A inovação também aparece nos jogos típicos dessas ocasiões, como um “bingo da reforma”, no qual os convidados ganham martelos de plástico, uma mini trena ou uma chave de boca de brinquedo. “Não tem problema em realizar algo bem específico, basta criar uma atmosfera descontraída com bons drinks e música boa e receber os amigos e familiares com muito carinho”, diz Jamilla.

Como as reformas podem demorar meses, esse tipo de evento deve ser organizado com grande antecedência, porque ninguém quer viver os primeiros meses de casados em meio a uma obra. “Como a cerimônia de casamento demanda a atenção full-time, é necessário medir a urgência de cada caso e trabalhar com a possibilidade de atrasos e outros transtornos decorrentes de uma reestruturação. O lar deve estar pronto após a troca de alianças, para começarem essa nova fase com o pé direito”, finaliza a promotora de eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *