Oscar 2019 pode ficar sem apresentador

A incógnita gira em torno da ausência de Kevin Hart, após polêmica com tweets homofóbicos.

Faltando pouco mais de um mês para acontecer, a cerimônia do Oscar 2019 pode ficar sem um apresentador oficial. O comediante Kevin Hart, convidado inicialmente para fazer o tradicional monólogo de abertura e conduzir a premiação, foi descartado após a polêmica em torno dos seus tweets contendo discurso homofóbico.

Em 30 anos, essa é a segunda vez que o Oscar pode ficar sem um apresentador. A última vez foi quando o produtor Allan Carr e o diretor Jeff Margolis montaram um número musical de 11 minutos para abrir a cerimônia, em vez de fazer da abertura um monólogo.

A solução mais cotada para a edição deste ano, até agora, é reunir um grupo de artistas do alto escalão para apresentar cada segmento, em vez de substituir o humorista por outra pessoa. Alguns críticos julgam a decisão um pouco arriscada, já que perderia a atratividade de ter um rosto conhecido para a condução do prêmio.

O Oscar 2019 acontece em 24 de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *