Bons títulos para comemorar o dia dos pais no cinema

Drama, comédia e produções nacionais completam a lista de opções

Há quem acredite que as salas de cinema despertem sensações que vão além das capacidades de entreter o público. O teórico e crítico italiano Ricciotto Canudo oficializou o cinema como a sétima arte, lá em 1932. Fazendo jus a importância dada a esses espaços, separamos alguns títulos que estão em cartaz para que você possa aproveitar o dia dos pais apreciando os melhores lançamentos e as mais bem equipadas produções.

Missão Impossível – Efeito Fallout é a primeira aposta para o domingo. Interpretado por Tom Cruise, a trama envolve pessoas suspeitas, movidas a interesses misteriosos e contatos de moral duvidosa. Para impedir uma catastrófica explosão, Ethan Hunt vê a necessidade de unir forças com o agente especial da Cia, August Walker, que, assim como ele, desejam resolver a situação. Ação e espionagem norteiam o enredo do filme, que, curiosamente, foi obrigado a ser pausado por sete semanas, já que Tom Cruise fraturou o tornozelo ainda nas gravações.

O drama brasileiro “O Nome da Morte” é uma segunda alternativa para os que preferem uma trama crítica e misteriosa. Lançado ainda nesse mês de agosto, o filme conta a história de Júlio Santana, pai de família, caridoso e exemplo para os demais. No entanto, o homem esconde outra identidade: assassino profissional, responsável ainda, por 492 mortes. Nesse contexto, Júlio precisa descobrir como enfrentar as adversidades que a vida o apresentará.

Seguindo o mesmo gênero do filme anterior, “Vidas a Deriva”, baseado em fatos reais, sugere um misto de sensações que além do drama, perpassa pelo romance.  O longa Metragem é estrelado pela atriz Shailene Woodley, a mesma de  “Jogos Vorazes”.  A obra conta a história de Tami e Richard, que depois de resolverem velejar pelo Taiti, são atingidos por uma terrível tempestade. Passada a tormenta, a garota se vê sozinha na embarcação em ruínas e tenta encontrar uma maneira de salvar a própria vida e a de seu parceiro.

A comédia nacional fica por conta de “Uma quase dupla”, estrelada pela atriz Tata Werneck e pelo ator Cauã Reymond.  O longa- metragem se passa na bucólica cidadezinha de Joinlândia, abalada por uma onda de assassinatos e crimes suspeitos. Para apurar os casos de violência, Claudio, um pacato subdelegado, recebe ajuda da destemida Keyla, que acaba descontrolando o ritmo das investigações.

Os títulos estão nos principais cinemas da cidade. Vale a pena conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *